Dicas

CUIDADOS COM O SEU ÁLBUM

  1. Manter o álbum em lugar plano e nunca colocar nada sobre ele, isto pode deformar ou estragar sua capa ou contracapa, estojo ou luva;
  2. Nunca deixar na vertical. Guarde seu álbum sempre deitado e fechado;
  3. Não deixar exposto ao sol ou em lugares com temperaturas elevadas;
  4. Nunca colocar o álbum perto de ares-condicionados (mesmo no verão) ou aquecedores (mesmo no inverno);
  5. Armazenar em temperatura ambiente e conservar em lugar seco e arejado (não guarde em locais abafados como guarda-roupas ou gavetas). Em algumas épocas mais frias ou mais quentes do ano as páginas podem apresentar leves ondulações, é normal, já que o papel reage à umidade do ar;
  6. O limite máximo de abertura das páginas do álbum é de 110 graus para os álbuns cortados e de 180 graus para os álbuns vincados panorâmicos. Se tiver dúvida de qual é o seu modelo, se informe antes de manuseá-lo;
  7. Evitar deixá-lo na abertura máxima por muito tempo ou forçá-lo a abrir mais do que a abertura máxima permite, pois pode danificá-lo irreversivelmente;
  8. Manusear sempre com cuidado, e periodicamente, do início para o fim e vice-versa;
  9. Ao transportar seu álbum sempre o mantenha no colo e protegido ou, se não puder, colocar em superfície plana;
  10. Evitar manusear o álbum com as mãos ou dedos molhados, suados ou engordurados, isso pode deixar marcas difíceis ou até impossíveis de serem retiradas;
  11. Ao limpar, utilize somente um pano macio para não arranhar ou danificar as fotos, capa ou contracapa, estojo ou luva;
  12. Tomando esses cuidados seu álbum manterá o seu sonho registrado por muito tempo.

.

.

.

RAZÕES PARA CONTRATAR UM BOM FOTÓGRAFO

Vivemos num momento interessante na história no qual praticamente todos tem uma câmera, seja um equipamento fotográfico ou um celular com capacidade fotográfica. Também temos acesso irrestrito à informação gastando apenas poucos cliques no Google e na Wikipedia para obter informações sobre fotografia. Os equipamentos fotográficos nunca foram tão bons, repletos de recursos e capazes de tomar decisões sobre abertura, tempo de exposição, foco e potência do flash que antes só poderiam ser feitos por fotógrafos profissionais experientes.

Num mundo como este, seria normal e compreensível alguém pensar: “por qual razão eu deveria investir dinheiro contratando um fotógrafo se qualquer um pode fazer uma foto?”.

Este pensamento tem feito com que casais peçam para “aquele amigo que tem uma câmera” fotografar o casamento na mesma medida em que empresas dizem para o assistente de marketing que teve aulas de fotografia na faculdade para fotografar os produtos que irão para o catálogo na internet.

– Imagine um casal buscando o registro de seu casamento, nada impede que peçam aos amigos para tirarem fotos, isso inclusive é divertido, mas o fotógrafo profissional não estará na festa para se divertir, beber ou comer, ele é pago para observar detalhes, captar sorrisos e momentos sem perder nada. O amigo com câmera não pode registrar tudo pois ele não está lá para isso;

– Vamos a outro motivo: a dedicação integral. Quem não é fotógrafo em tempo integral, por mais que goste do assunto, não irá se dedicar todos os dias diversas horas por dia à fotografia, os compromissos do trabalho usual irão impedi-lo de ter o mesmo grau de dedicação que se espera de um profissional. É lógico que aqui me refiro aos bons profissionais, aqueles que estudam, pesquisam, investem em aprimoramento técnico e estético de forma constante.

– Equipamento adequado é outra razão. Por mais que as câmeras atuais tenham evoluído, ainda é verdadeiro que boas lentes para um retrato não são necessariamente as mesmas que para uma boa foto de evento e que por sua vez podem não ser adequadas para uma fotografia de arquitetura. Um fotógrafo especializado tem os equipamentos necessários à sua área de atuação, permitindo a máxima qualidade.
Novamente repito, estou aqui a falar de bons profissionais, os ruins tentam fazer qualquer foto com qualquer equipamento e com qualquer resultado no final das contas, mas este artigo é sobre bons profissionais, dedicados, interessados, estudiosos, que são aqueles que irão zelar pelo melhor registro de um evento, pelo melhor ângulo, pela luz impecável de um retrato etc.

ADAPTADO DO TEXTO “5 RAZÕES PARA INVESTIR EM FOTOGRAFIA DE ALTA QUALIDADE”
DO FOTÓGRAFO ARMANDO VERNAGLIA JR.
WWW.VERNAGLIA.COM

.

.

.

QUERIDOS CLIENTES

Sabemos que você sempre procura o que é melhor, pois é você que está pagando. Agora me responda: O que é melhor para você? Qualidade ou Preço baixo? Os dois? Sim claro, perfeito.
Mas nem sempre o barato é a melhor opção, ainda mais no meio fotográfico.

Sempre temos clientes pedindo descontos, mas vamos falar um pouquinho do outro lado?

O equipamento do seu querido fotógrafo custou no mínimo R$6.000,00.
Ele investiu em conhecimento como workshop, livros, e muito, mas muito empenho para que suas fotos fiquem LINDAS!
Ele corre, cria, capta de forma que seja diferenciado no mercado, dando o máximo para que suas fotos conquiste não só você cliente, mas todos os convidados.
Ele vai trabalhar correndo o risco de perder esses R$6.000,00(mínimo) em um assalto, com um convidado bêbado que pode quebrar a lente, numa criança que pode derrubar refrigerante em cima do seu equipamento.
Ele passa todo seu evento em pé atrás de você.
Ele chega em casa exausto por ter ficado de pé por horas e por carregar mais de 5kg no pescoço durante todo o evento.
Ele vai ter que ficar no mínimo de 2 a 3 dias tratando só as suas fotos.
Ele precisa fazer todo tipo de backup para não correr o risco de perder as suas fotos.
Ele vai fazer um CD para te entregar e você escolher as fotos, elaborar capa, diagramar seu álbum, mandar para laboratório, acompanhar todo o processo, mandar confeccionar o álbum… Até entregar em suas mãos.

O bolo será comido, a mesa desmontada, as lembrancinhas, por ironia serão esquecidas.
Você pagou caríssimo pelo vestido, decoração, procurou a igreja mais linda da região E A ÚNICA RECORDAÇÃO PALPÁVEL QUE VOCÊ VAI TER PARA O RESTO DA VIDA SERÃO AS FOTOS DESSE SEU FOTÓGRAFO E O RESULTADO DO SEU TRABALHO. (seja ele bom, ruim ou péssimo).

E aí, viu que vale a pena o valor pago para ter um trabalho de qualidade?

ADAPTADO DO TEXTO “QUERIDOS CLIENTES!” DO FOTÓGRAFO ANDRÉ FERNANDES
WWW.ANDREFERNANDESBLOG.COM

.

.

.

COMO ESCOLHER UM BOM PROFISSIONAL

  1. Busque referências sobre a idoneidade e capacidade técnica do contratado. Estas referências você pode obter através de amigos, familiares, indicações e até mesmo pela internet;
  2. Conheça o portfólio do fotógrafo, que é o álbum usado como mostruário.Verifique se o mesmo assina o álbum e se não tiver assinatura ou for assinado por terceiros, desconfie, ele pode está usando álbuns e/ou fotos de outro fotógrafo dizendo ser de autoria dele. Não aceite apenas álbuns vistos apenas pela internet. Agende uma visita ao fotógrafo. Veja-o pessoalmente;
  3. O álbum de casamento é importantíssimo, fique atento aos diferentes tipos de álbuns e encadernação, verifique se a capa pode ser feita em revestimento ou com fotografias e os prazos de entrega dos mesmos;
  4. Tipo de equipamento a ser utilizado e estado de conservação do mesmo;
  5. Pontualidade. Pergunte quanto tempo antes ele chega para um evento e busque saber os motivos. O fotógrafo deve sempre considerar um imprevisto;
  6. Confiança. Essa palavra deve nortear todo contato que você tiver com o fotógrafo;
  7. Roupa do fotógrafo e da equipe. Todos devem estar vestidos de maneira que passem impercebíveis ao evento;
  8. Cuidado com “novos fotógrafos”, “iniciantes” que estão precisando fazer um mostruário, ou ainda alguém que deseja te presentear com fotografia e filmagem. Desconfie sempre.Porquê deixar um amador interferir no dia mais importante de sua vida? É um presente de muito valor, emocional e financeiro – este é o chamado “presente de grego” – que pode conter muitas surpresas desagradáveis.